TRANSPARÊNCIAVila Verde sobe ao 163º lugar no Índice de Transparência Municipal

TRANSPARÊNCIA
Vila Verde sobe ao 163º lugar no Índice de Transparência Municipal

A Câmara de Vila Verde subiu 19 lugares no Índice de Transparência Municipal, passando a ocupar a 163ª posição do “ranking”, de acordo com os dados divulgados, esta quarta-feira, pela Transparência e Integridade Associação Cívica (TIAC).

O Índice de Transparência Municipal (ITM) é feito com base no levantamento da informação de interesse público disponível nos “sites” dos 308 Municípios, de acordo com 76 indicadores, agrupados em áreas.

PUBLICIDADE

Existem sete dimensões: Informação sobre a Organização, Composição Social e Funcionamento do Município; Planos e Relatórios; Impostos, Taxas, Tarifas, Preços e Regulamentos; Relação com a Sociedade; Contratação Pública; Transparência Económico-Financeira; e Transparência na área do Urbanismo.

Por transparência, esclarece a TIAC, entende-se a faculdade de tornar públicos todos os actos do governo e dos seus representantes, de providenciar à sociedade civil informação relevante de forma completa, fidedigna, atempada, facilmente compreensível e de fácil acesso e de desvendar interesses privados que possam colidir com o interesse colectivo, permitindo «a responsabilização de todos os actores, quer pelas decisões e acções tomadas ou omitidas, quer pelas razões que as informaram, perante a lei e o escrutínio dos cidadãos».

Alfândega da Fé voltou a ser a Câmara classificada no primeiro lugar, com valor absoluto de 90,66 no Índice de Transparência Municipal. Amares aparece na 101ª posição e Terras de Bouro na 288ª.

A informação completa pode ser encontrada em https://transparencia.pt/itm-2017/