PAÍS –

PAÍS – -

Violações aumentam em Portugal

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A criminalidade violenta está a diminuir, contudo o crime de violação contraria esta tendência, segundo dados relativos a 2017.

No ranking de crimes violentos, divulgado pelo jornal Expresso, a violação surge em sétimo lugar com 408 queixas recebidas, sendo que no ano anterior tinham sido registados 335 casos.

Da lista fazem também parte o ‘Roubo por Esticão’, ‘Extorsão’, ‘Roubo a Residência’ e ‘Ofensa à Integridade Física Voluntária Grave’.

PUBLICIDADE

Na maioria das queixas de violação, 99,2% dos arguidos são homens, no geral entre os 21 e 40 anos, sendo que 90,7% das vítimas são mulheres, com idades entre os 21 e os 30 anos. A maior parte dos crimes foi cometido dentro do seio familiar ou numa relação amorosa.

O Expresso recorda que em 2016, 29% dos portugueses era da opinião que sexo sem consentimento era justificável quando a vítima estivesse bêbeda ou drogada.

A fonte revela que, no ano passado, o Ministério Público lançou 600 inquéritos para a investigação de crimes de violação; daqui, saíram 84 acusações e 375 arquivamentos.

De sublinhar também que o jornal Público divulgou esta quinta-feira um relatório que referia que a pena de prisão efectiva é apenas aplicada a 37% dos agressores sexuais.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS