RIXA NO ALÍVIO – “Assalto ou ajuste de contas?”

RIXA NO ALÍVIO – “Assalto ou ajuste de contas?” -

Vítima dos “agressores” relata: «Vivi momentos de pânico e terror, mais por causa da minha filha…»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Uma tentativa de assalto que acabou em pancadaria no terreiro do Alívio.

C.M. e o companheiro, H. R., residentes no centro de Vila Verde, desmentem a versão de que se terá tratado de um “ajuste de contas”. «Nunca os vi antes e só reagi porque estavam a assaltar a casa da minha avó», relata a mulher, que assistia do apartamento em frente ao que sugere ter sido uma tentativa de assalto.

«Gritei com eles e, como se aperceberam que estava a fotografar, arrombaram a porta da entrada do prédio e derrubaram, ao pontapé, a porta do meu apartamento», relata ao jornal “O Vilaverdense”.

PUBLICIDADE

«Vivi momentos de pânico e terror, mais por causa da minha filha de dois anos que foi puxada enquanto eles procuravam o telemóvel para apagar as fotos», conta.

De acordo com a versão do casal, não há dúvidas de que o trio que irrompeu pelo apartamento «estava a tentar assaltar a habitação da minha avó. Quando se aperceberam de que estava a fotografar, começaram a disfarçar e a gritar para apagar as fotos».

C.M., que pede anonimato por «medo de represálias», conta ainda que «só desistiram quando viram que não lhes ia dar o telemóvel com as fotos. Foram embora, mas deixaram isto tudo destruído. Eu e a minha filha ficamos alteradas».

O trio acabou por seguir nas viaturas que estacionou na rua. «Telefonei à GNR e ao meu marido e alertei para o que aconteceu», recorda.

NO ENCALÇO DOS ASSALTANTES

H.R. terá localizado as viaturas do trio através das fotos e acabou por interceptá-los no Alívio. «Aquilo mexeu comigo, pois a minha esposa liga-me a dizer que arrombaram a porta e que tinham mexido com a menina», conta H.R.

O confronto acabou em “cena de pancadaria”, de que resultaram três feridos, dois dos envolvidos, mais o companheiro de C.M. Acabaram transportados ao Hospital de Braga.

O CASO

Tal como ontem o jornal “O Vilaverdense” noticiou, o trio tentou assaltar duas casas e furtar uma bicicleta, na Travessa de Chelas, em Vila Verde, nas imediações do antigo centro de exames, quando foi surpreendido por uma vizinha, que lhes terá tirado fotografias com o telemóvel.

(…)

MAIS DESENVOLVIMENTOS NA EDIÇÃO IMPRESSA DO JORNAL “O VILAVERDENSE”, DIA 03 DE MAIO NAS BANCAS!

 

ovilaverdense@gmail.com

 

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS