BRAGA

BRAGA -

Violência de género e discriminação em debate até dia 27

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

“Estimular práticas que salvaguardem a igualdade em todos os contextos da vida comunitária é uma das vertentes fundamentais do modelo de desenvolvimento preconizado para Braga”, afirmou esta terça-feira Ricardo Rio.

Falando na abertura da 3.ª Semana Municipal para a Igualdade, cujo o tema central da iniciativa é ‘+Igualdade, +Desenvolvimento, -Discriminação’, o presidente do Câmara de Braga assegurou que autarquia tem “criado condições para promover essa mesma igualdade nos mais diversos contextos”.

PUBLICIDADE

“Há uma dimensão muito importante e visível relacionada com a igualdade de género, mas temos outras questões com que temos lidado como a igualdade racial, o acolhimento das comunidades migrantes ou as condições económicas das comunidades”, acrescentou.

“Ficamos satisfeitos quando, nos recentes dados do Eurobarómetro, Braga é reconhecida como uma boa cidade para migrantes, idosos e famílias, o que reflecte a nossa capacidade de criar condições e qualidade de vida para diferentes públicos”, referiu.

A Semana Municipal para a Igualdade, que se prolonga até dia 27, tem como objectivos a promoção e partilha de conhecimento sobre a igualdade de oportunidades entre géneros, nomeadamente no aumento da literacia para a igualdade de género violência de género, na educação, no emprego.

A iniciativa visa ainda sensibilizar a comunidade para as questões da discriminação e para a necessidade de se continuar a criar iguais oportunidades para mulheres e homens.

A iniciativa prevê a realização de debates, webinars, declamações de poesia, curtas-metragens, cafés interculturais, concurso de fotografia, pintura de um mural, apresentação de projectos e campanhas de sensibilização.

PROGRAMA

Esta quarta-feira, às 15h00, no edifício do Castelo, tem lugar um café intercultural sobre ‘Violência contra as mulheres imigrantes’ e, às 18h00, inicia-se uma conversa sobre ‘Violência no namoro: factos, mitos e recursos de apoio’ (https://bit.ly/2HiKuyq), integrada no plano de acolhimento a novos estudantes da Universidade do Minho.

Na quinta-feira, às 11h30, decorre um ‘webinar’ sobre discriminação racial e, às 15h00, há mais um café intercultural, desta vez sobre ‘Combate ao tráfico de seres humanos’ (https://streamyard.com/vww9nugnrw).

No dia 23 na Escola Profissional de Braga (EPB), decorre um debate sobre ‘Empreendedorismo e género’(https://bit.ly/31eYOdP). Segue-se, no dia 26, às 10h30, também na EPB, a exibição com comentário do filme ‘Mátria’ (https://bit.ly/3j5wh58). À tarde, pelas 14h45, tem lugar uma declamação de poemas e debate do poema ‘Luísa sobe a calçada… calçada de Carriche’, da autoria de António Gedeão (https://bit.ly/2SXfA19).

O último dia de actividades, o 27, decorre no edifício do Castelo com a apresentação, pelas 10h00, do projecto Uni+. Segue-se a sessão ‘+ Igualdade, + Cidadania, – Discriminação, – Violência’. Em simultâneo, é apresentado o Projecto Cávado + Igual. Às 11h45, são abordados os serviços de apoio à vítima em Braga.

A Semana Municipal para a Igualdade conta com a parceria de diversas instituições do concelho, nomeadamente a Cáritas Arquidiocesana de Braga, a APAV – Associação Portuguesa do Apoio à Vítima, a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta e a Uni+. A sessão de encerramento está agendada para as 11h45.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.