BRAGA

BRAGA -

Violência de género e discriminação em debate até dia 27

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

“Estimular práticas que salvaguardem a igualdade em todos os contextos da vida comunitária é uma das vertentes fundamentais do modelo de desenvolvimento preconizado para Braga”, afirmou esta terça-feira Ricardo Rio.

Falando na abertura da 3.ª Semana Municipal para a Igualdade, cujo o tema central da iniciativa é ‘+Igualdade, +Desenvolvimento, -Discriminação’, o presidente do Câmara de Braga assegurou que autarquia tem “criado condições para promover essa mesma igualdade nos mais diversos contextos”.

PUBLICIDADE

“Há uma dimensão muito importante e visível relacionada com a igualdade de género, mas temos outras questões com que temos lidado como a igualdade racial, o acolhimento das comunidades migrantes ou as condições económicas das comunidades”, acrescentou.

“Ficamos satisfeitos quando, nos recentes dados do Eurobarómetro, Braga é reconhecida como uma boa cidade para migrantes, idosos e famílias, o que reflecte a nossa capacidade de criar condições e qualidade de vida para diferentes públicos”, referiu.

A Semana Municipal para a Igualdade, que se prolonga até dia 27, tem como objectivos a promoção e partilha de conhecimento sobre a igualdade de oportunidades entre géneros, nomeadamente no aumento da literacia para a igualdade de género violência de género, na educação, no emprego.

A iniciativa visa ainda sensibilizar a comunidade para as questões da discriminação e para a necessidade de se continuar a criar iguais oportunidades para mulheres e homens.

A iniciativa prevê a realização de debates, webinars, declamações de poesia, curtas-metragens, cafés interculturais, concurso de fotografia, pintura de um mural, apresentação de projectos e campanhas de sensibilização.

PROGRAMA

Esta quarta-feira, às 15h00, no edifício do Castelo, tem lugar um café intercultural sobre ‘Violência contra as mulheres imigrantes’ e, às 18h00, inicia-se uma conversa sobre ‘Violência no namoro: factos, mitos e recursos de apoio’ (https://bit.ly/2HiKuyq), integrada no plano de acolhimento a novos estudantes da Universidade do Minho.

Na quinta-feira, às 11h30, decorre um ‘webinar’ sobre discriminação racial e, às 15h00, há mais um café intercultural, desta vez sobre ‘Combate ao tráfico de seres humanos’ (https://streamyard.com/vww9nugnrw).

No dia 23 na Escola Profissional de Braga (EPB), decorre um debate sobre ‘Empreendedorismo e género’(https://bit.ly/31eYOdP). Segue-se, no dia 26, às 10h30, também na EPB, a exibição com comentário do filme ‘Mátria’ (https://bit.ly/3j5wh58). À tarde, pelas 14h45, tem lugar uma declamação de poemas e debate do poema ‘Luísa sobe a calçada… calçada de Carriche’, da autoria de António Gedeão (https://bit.ly/2SXfA19).

O último dia de actividades, o 27, decorre no edifício do Castelo com a apresentação, pelas 10h00, do projecto Uni+. Segue-se a sessão ‘+ Igualdade, + Cidadania, – Discriminação, – Violência’. Em simultâneo, é apresentado o Projecto Cávado + Igual. Às 11h45, são abordados os serviços de apoio à vítima em Braga.

A Semana Municipal para a Igualdade conta com a parceria de diversas instituições do concelho, nomeadamente a Cáritas Arquidiocesana de Braga, a APAV – Associação Portuguesa do Apoio à Vítima, a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta e a Uni+. A sessão de encerramento está agendada para as 11h45.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS