VALE DO HOMEM AEVH defende estratégia concertada para promover a marca Gerês

VALE DO HOMEM
AEVH defende estratégia concertada para promover a marca Gerês

A AEVH – Associação Empresarial do Vale do Homem iniciou, esta terça-feira, um ciclo de visitas relacionadas com o turismo, passando pelo Campo do Gerês e pela Vila do Gerês, em Terras de Bouro, onde defendeu a necessidade de desenhar uma «estratégia conjunta de defesa e promoção» deste território.

A comitiva da associação, encabeçada pelo presidente Jorge Pereira e pelo vice-presidente para Terras de Bouro, Miguel Teixeira, passou por uma empresa de animação turística, por um hotel e por um restaurante, ouvindo os empresários do sector turístico.

PUBLICIDADE

«Acima de tudo, é importante defender e promover o Gerês enquanto marca e destino de excelência, que tem que ser usado e preservado com rigor. Isso é fundamental. Só o conseguiremos com uma estratégia conjunta, que una todos os Municípios do Parque Nacional da Peneda-Gerês e também Vila Verde e Amares», considera Jorge Pereira.

Para o presidente do Conselho de Administração da AEVH, a inclusão destes dois concelhos «é determinante» tendo em conta as potencialidades dos dois territórios, «nomeadamente a gastronomia, o vinho, a laranja, os alojamentos e todo o património que ambos possuem».

Para Jorge Pereira, é também importante que os operadores turísticos tenham formação em «Inglês técnico» para que consigam prestar um melhor serviço aos turistas.

A aposta na promoção da marca Gerês internacionalmente e no «turismo da saudade», chamando todos aqueles que se viram forçados a abandonar este território, são outros desafios identificados pela AEVH.

MAIS MULTIBANCOS

A Associação Empresarial do Vale do Homem defende ser necessário traçar uma estratégia para que seja possível ter mais caixas multibanco em Terras de Bouro.

«No Campo do Gerês, por exemplo, onde há cerca de 1800 turistas a pernoitar, entre a Pousada da Juventude e os vários alojamentos, não existe qualquer caixa multibanco», diz Jorge Pereira.

A AEVH mostra-se também preocupada com o anúncio do fecho do único banco da Vila do Gerês, considerando ser «fundamental» manter as duas caixas multibanco existentes e reforçar a capacidade durante o Verão.