LEGISLATIVAS

LEGISLATIVAS -

Aliança exige portagens gratuitas entre Guimarães, Braga, Barcelos e Famalicão

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Carlos Vaz, cabeça-de-lista do partido Aliança pelo círculo eleitoral do distrito de Braga, defendeu esta quarta-feira o tratamento equiparado às áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, com a isenção de portagens das auto-estradas num raio de trinta quilómetros.

A reivindicação foi feita na reunião que o responsável da Aliança com o presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, reunião que se centrou na mobilidade, nomeadamente a ligação por via-férrea do concelho à alta velocidade.

PUBLICIDADE

Acompanhado por Vítor Freitas, candidato vimaranense, Carlos Vaz entende que são necessários investimentos na mobilidade no Quadrilátero Urbano, constituído pelas cidades de Braga, Barcelos, Guimarães e Famalicão.

“Se fossem em Lisboa ou Porto [os investimentos] já tinham avançado”, diz.

O Aliança exige, assim, “tratamento equiparado às áreas metropolitanas de Lisboa e Porto”, para o Quadrilátero, “com a isenção de portagens num raio de trinta quilómetros”.

“O excessivo preço cobrado nas auto-estradas afasta os utilizadores e sobrecarregam as estradas nacionais; é o caos total”, afirma Vítor Freitas.

O Aliança condena ainda os “atrasos burocráticos” do Governo que “atrasaram o processo da futura residência universitária de Guimarães, que será construída na antiga escola de Santa Luzia.”

No encontro com o autarca socialista, foi também abordada a questão sobre o programa Pegadas, inserido na estratégia cultura, educação e ciência.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.