AMARES

AMARES -

António Variações recordado 36 anos depois da sua morte

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Comissão Promotora de Homenagem a António Variações (2018-2020) promove este sábado uma singela homenagem ao cantor, em Fiscal e através das redes sociais, no dia em que se assinalam 36 anos desde a sua morte.

Em Fiscal, no Cemitério Paroquial, pelas 17h45, ocorrerá a deposição, por uma criança, de um ramo de rosas na campa do cantor.

PUBLICIDADE

Nas redes sociais, em concreto no Facebook (Página Homenagem a António Variações 13.06.2019 e Grupo Fórum Concelho de Braga) será disponibilizado um vídeo da declamação do poema da canção Erva Daninha Alastrar, pela poetisa Fabíola Lopes.

Igualmente, será partilhado um vídeo de momento musical ocorrido em 2019, no Cemitério de Fiscal, com a interpretação da canção Quero é viver, por Rogério Braga (guitarra e voz), acompanhado por Rosana Lopes (violino), Rita Fernandes (viola de arco) e Pedro Gil (violoncelo).

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.