EM FRANÇAAntónio Vilela, Marcelo e Macron na homenagem aos combatentes da Batalha de La Lys

EM FRANÇA
António Vilela, Marcelo e Macron na homenagem aos combatentes da Batalha de La Lys

Uma comitiva de Vila Verde, liderada por António Vilela, participou, esta segunda-feira, na homenagem oficial aos combatentes no centenário da Batalha de La Lys, no Norte de França, onde também estiveram Marcelo Rebelo de Sousa, António Costa e o Presidente francês, Emmanuel Macron.

No discurso da cerimónia, Marcelo lembrou que o sacrifício feito pelos combatentes portugueses não foi em vão, uma vez que ajudou a construir “a glória de Portugal, a vitória da França e o futuro da Europa”.

PUBLICIDADE

“A amizade entre Portugal e França é uma amizade profunda e solidária, cimentada por milhares de portugueses e franceses de origem portuguesa, cimentada pelo sangue vertido pelos que aqui vieram defender a nossa liberdade”, afirmou o Presidente francês, depois de lembrar que “é a memória de todos os soldados portugueses” que se recorda.

VILAVERDENSES EM LA LYS

Mais de quatro centenas de vilaverdenses foram mobilizados para as diversas frentes da I Guerra Mundial, tendo grande número perecido no combate de La Lys, classificado como o maior desastre militar português depois da batalha de Alcácer-Quibir, em 1578.

A Batalha de La Lys deu-se a 9 de Abril de 1918, no vale da ribeira de La Lys, na região da Flandres Francesa.

Nesta batalha, que marcou negativamente a participação de Portugal na Primeira Guerra Mundial, os exércitos alemães infligiram uma pesada derrota às tropas portuguesas.