EM FRANÇA

EM FRANÇA -

António Vilela, Marcelo e Macron na homenagem aos combatentes da Batalha de La Lys

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Uma comitiva de Vila Verde, liderada por António Vilela, participou, esta segunda-feira, na homenagem oficial aos combatentes no centenário da Batalha de La Lys, no Norte de França, onde também estiveram Marcelo Rebelo de Sousa, António Costa e o Presidente francês, Emmanuel Macron.

No discurso da cerimónia, Marcelo lembrou que o sacrifício feito pelos combatentes portugueses não foi em vão, uma vez que ajudou a construir “a glória de Portugal, a vitória da França e o futuro da Europa”.

PUBLICIDADE

“A amizade entre Portugal e França é uma amizade profunda e solidária, cimentada por milhares de portugueses e franceses de origem portuguesa, cimentada pelo sangue vertido pelos que aqui vieram defender a nossa liberdade”, afirmou o Presidente francês, depois de lembrar que “é a memória de todos os soldados portugueses” que se recorda.

VILAVERDENSES EM LA LYS

Mais de quatro centenas de vilaverdenses foram mobilizados para as diversas frentes da I Guerra Mundial, tendo grande número perecido no combate de La Lys, classificado como o maior desastre militar português depois da batalha de Alcácer-Quibir, em 1578.

A Batalha de La Lys deu-se a 9 de Abril de 1918, no vale da ribeira de La Lys, na região da Flandres Francesa.

Nesta batalha, que marcou negativamente a participação de Portugal na Primeira Guerra Mundial, os exércitos alemães infligiram uma pesada derrota às tropas portuguesas.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS