BRAGA -

BRAGA - -

Assembleia Municipal cria comissão para estudar reorganização de freguesias

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Assembleia Municipal (AM) de Braga aprovou, em reunião realizada ontem à noite, o elenco da comissão que vai discutir a reestruturação administrativa no concelho.

Em declarações ao jornal OVilaverdense, o presidente da Câmara Ricardo Rio afirmou que a comissão vai analisar “o que pode ser melhorado”, algo que pode passar por desagregar uniões de freguesias ou mesmo vir a juntar novas juntas”.

“Não temos uma visão político-partidária, até porque o que é hoje a representação partidária em cada uma das freguesias, no ato eleitoral seguinte pode mudar e estar mais próxima de outra força partidária”, sublinhou.

PUBLICIDADE

A forma de criação da Comissão foi contestada pelos deputados municipais do PS que protestaram contra o facto de não haver nenhum presidente de Junta de Freguesia do partido na lista de membros da Comissão.

O organismo passa a integrar deputados representantes de todas as forças políticas na Assembleia Municipal de Braga (incluindo o BE e o PPM; que dela não constavam inicialmente), e com os presidentes das juntas de freguesia de Esporões, União de S. Lázaro e S. João do Souto e União de Vilaça e Fradelos.

Com a abstenção do PS e o voto contra do BE foi, também, aprovada a permuta de um terreno com o Sporting Clube de Braga com a contrapartida de 400 mil euros para o município.

O mesmo sucedeu com os impostos municipais para 2019, que prevêem uma descida do IRS. A oposição queria mais descidas, mas a maioria (PSD/CDS/PPM) considerou que a baixa de impostos tem sido consistente, não havendo margem orçamental para outra.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.