VILA VERDE –  Assinado contrato de 3,4 milhões para a modernização da rede de rega do Regadio de Sabariz-Cabanelas

VILA VERDE –
Assinado contrato de 3,4 milhões para a modernização da rede de rega do Regadio de Sabariz-Cabanelas

O Ministro da Agricultura esteve esta terça-feira em Cabanelas para a cerimónia de assinatura do contrato para a execução da empreitada de modernização da rede de rega, um investimento de 3,4 milhões de euros que constitui a primeira fase da intervenção no Regadio Sabariz-Cabanelas.

Ao todo, o Governo vai investir mais de oito milhões de euros neste regadio, no âmbito do Programa Nacional de Regadios, tal como já tinha sido anunciado.

PUBLICIDADE

À modernização da rede de rega, junta-se a construção de uma estação elevatória – cuja empreitada, de 1,6 milhões, encontra-se em fase de análise de propostas – e a reabilitação das redes viária e de drenagem – obra, ainda a lançar, de 1,3 milhões de euros.

Capoulas Santos mostrou-se muito satisfeito por ver avançar uma obra há muito reclamada e destacou que «a agricultura está a ressurgir com enorme força, enorme vitalidade», sendo um sector que «cada vez exporta e produz mais».

O Ministro lembrou que «a agricultura exporta a um ritmo de 6/7% por ano», sendo um sector que apresenta um crescimento «superior ao resto da economia» nacional, apesar de ter várias «condicionantes», como é o caso do clima.

«Este é um projecto muito importante, que vai permitir dar melhores condições aos agricultores em termos de conforto e de produção. O país tem enormes potencialidades ainda por aproveitar. Tudo faremos para continuar a apoiar os agricultores», frisou Capoulas Santos.

A obra, adjudicada à empresa bracarense DST – Domingos da Silva Teixeira, tem um prazo de execução de 15 meses e está pronta a arrancar, assinado que está o auto de consignação.

Este bloco de rega situa-se na margem direita do rio Homem e do rio Cávado, abrangendo as freguesias de Cabanelas (85%), Soutelo (10%), Vila de Prado (4%) e Cervães (1%).

Segundo o Ministério da Agricultura, a rede de rega, com um comprimento total de cerca de 20,8 quilómetros, equipará uma área com cerca de 345 hectares e beneficiará 433 explorações.

OBRA IMPORTANTE

O presidente da Câmara de Vila Verde, António Vilela, destacou a importância da reabilitação do Regadio Sabariz-Cabanelas, lembrando o crescimento que o concelho, «com tradição agrícola», tem tido no número de jovens empresários agrícolas.

«Os tempos actuais são um desafio constante para actividade agrícola e os vilaverdenses têm sabido trabalhar bem neste sector. Vila Verde é o concelho que mais projectos acolheu na área agrícola a nível nacional», apontou.

Para Vilela, esta é uma obra que «encaixa na estratégia do Município e que o país deve seguir de apoio à actividade agrícola», pelo que «não podia ter vindo em melhor hora» e mostra que «o Governo está atento aos desafios que têm que se criados para os agricultores».

Da mesma forma, o presidente da Junta de Cabanelas, António Esquível, espera que este seja «um momento de viragem» na agricultura da região «e que os agricultores façam por merecer» este investimento.

«É com muita satisfação que vejo realizar esta obra, que vai permitir melhorar as condições do Regadio Sabariz-Cabanelas. Na década de 1970, fez-se uma intervenção que não foi a mais feliz e praticamente deixou os agricultores abandonados até hoje, obrigando-os a utilizar processos artesanais para sobreviverem», lembrou.

Desenvolvimentos na edição impressa de Março

Subscrição ao jornal - Papel
 
NIB: XXXX XXXX XXXXXXXXXXX XX
IBAN: XXXX XXXX XXXX XXXXXXXXXXX XX
SWIFT/BIC: XXXXXXXX

close-link