LEGISLATIVAS -

LEGISLATIVAS - -

BE defende investimento público para combater a interioridade

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

José Maria Cardoso, n.º1 do Bloco de Esquerda (BE) por Braga às Eleições Legislativas defendeu, esta segunda-feira, em encontros que manteve nos concelhos de Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto,  o investimento na coesão territorial e o combate às alterações climáticas.

Em Cabeceiras de Basto, num encontro com um jovem de 22 que trocou Braga pela exploração pecuária na freguesia de Gondiães, o bloquista afirmou que uma das prioridades do BE é o “investimento na coesão territorial”, através da “instalação de serviços públicos e investimento nas infraestruturas e transportes rodoviários”, que permitam “combater a interioridade”.

José Maria Cardoso denunciou “a ausência de investimento público nestes territórios”, causadora de “vários constrangimentos à actividade agrícola e florestal”, dando como exemplos “a ausência de planeamento na rede de água que provoca a falta de água no Verão nos territórios mais elevados” e “os apoios públicos que atribuem a mesma verba a uma exploração, quer seja no Alentejo ou no Norte, apesar dos custos operacionais do Norte serem muito superiores, atendendo ao tipo de terreno e clima”.

PUBLICIDADE

O candidato do Bloco propõe “uma estratégia de valorização do território e das comunidades, que garanta a transformação agrícola e florestal, bem como acessibilidades destas populações aos aglomerados populacionais urbanos”.

O meio ambiente foi outro dos temas da agenda de José Maria Cardoso. Sobre a barragem Daivões  – cuja construção decorre nos limites dos concelhos de Cabeceiras de Basto e Ribeira de Pena (Vila Real)-,  o bloquista reforçou a necessidade de investimento na energia renovável, mas denunciou “a insustentabilidade deste projecto, atendendo ao impacto no ecossistema, como o abate de mais de 1000 sobreiros, alguns deles centenários”, pelo que considera ser necessário “investir em energia mais limpa, como a solar”.

Em Celorico de Basto, a comitiva bloquista esteve reunida com a Junta de Freguesia de Codessoso, para avaliar o impacto do aumento dos depósitos de resíduos da Resinorte.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS