VILA VERDE –

VILA VERDE – -

Boletim Cultural ajuda a conhecer a tradição da olaria no concelho

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Salão Nobre da Câmara de Vila Verde recebeu, esta sexta-feira, a apresentação de nova edição do Boletim Cultural, “Parada de Gatim e a História da Louça Preta”, que pretende valorizar a criatividade e o empenho de quem se dedicou – e dedica – a este ofício.

Esta edição contempla a história da existência da “Louça Preta” em Parada de Gatim (e não só), revelando um pedaço da identidade histórico-cultural do concelho, num trabalho desenvolvido por António Sousa Araújo.

PUBLICIDADE

O coordenador do Boletim Cultural, Aurélio de Oliveira, explicou que esta edição «trata de uma das actividades mais identificativas do concelho, ou melhor, das terras que a partir de 1855 passaram a integrar o concelho de Vila Verde – a olaria».

«Trata-se de um património material e etno-antropológico passado, mas ainda também muito recente, integrante da realidade vilaverdense de hoje», focou.

Para o presidente da Câmara, António Vilela, «o Boletim Cultural assume um papel de destaque no desenvolvimento e, sobretudo, na divulgação de estudos sobre muito relevantes facetas da história local».

Segundo o autarca, esta publicação «tem beneficiado do contributo de investigadores com notoriedade», como é o caso de António Sousa Araújo, que ajudam a «preservar, valorizar e manter bem vivas» as tradições e a conhecer a «identidade histórico-cultural do concelho».

A apresentação da 13ª edição do Boletim Cultural integrou o programa comemorativo do 163º aniversário da fundação do Concelho, que se assinalou na quarta-feira, dia 24 de Outubro.

No domingo, pelas 11h00, será celebrada uma missa comemorativa na Igreja Matriz de Vila Verde, que fecha as comemorações.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS