VILA VERDE -

VILA VERDE - -

Bombeiros de Vila Verde aproximam-se dos mais jovens para fazer crescer corporação

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde está a desenvolver ao longo desta quinta-feira, na Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV), uma iniciativa com o intuito de «captar jovens para o corpo de Bombeiros».

Ao Jornal, o Presidente da Associação, Paulo Renato Rocha, esclareceu que para além da angariação de novos elementos, o foco passa também por «mostrar à sociedade aquilo que é feito na Associação, explicando e mostrando aos jovens que a carreira de Bombeiro pode ser de futuro».

A manhã foi então preenchida com duas palestras e a exibição de um pequeno filme, demonstrativas do funcionamento e da actividade do corpo activo e pela tarde vai ter lugar no edifício da Escola um simulacro de incêndio. No local está ainda disponível uma banca onde os jovens se podem inscrever.

PUBLICIDADE

«MOSTRAR A REALIDADE DA ACTIVIDADE»

O comandante em exercício, Luís Morais, explanou ao Jornal que entre os vários temas associados à actuação e funcionamento do corpo de Bombeiros, a equipa presente «veio mostrar a realidade da actividade, seja dos voluntários seja dos assalariados, para que as pessoas entendam que diferenças existem. Ambos exigem conhecimento e formação».

Questionado sobre o porquê da aposta nas Escolas, Luís Morais afirmou que é «um nicho de potenciais novos elementos. Estamos a tentar mudar. Queremos mostrar uma nova imagem e nada melhor que começar pelos mais novos, que demonstram potencial e percebem o sentimento de rigor, de responsabilidade. Sangue novo, mentalidades novas, capacidade nova e novo grau de exigência».

«O que se exige é que as pessoas tenham a consciência de que nas nossas mãos está uma vida humana, um bem material e um ambiente que é preciso preservar e isso só pode ser feito com conhecimento e vontade e nada como pegar no tecido escolar (12ºano) e os jovens das universidades, que já têm isso. É somente necessário ajustá-los à nossa realidade, à nossa função e mostrar à Sociedade que pode acreditar nestes jovens. Se conseguirmos que eles tenham interesse público melhor ainda», acrescentou.

Mais desenvolvimentos na edição impressa de Dezembro de 2019

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.