BRAGA

BRAGA -

Braga 2018 – Cidade Europeia do Desporto teve “papel fulcral” para a criação de uma “nova realidade” desportiva diz Rio

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, considera que a Braga 2018 – Cidade Europeia do Desporto (CED) teve um “papel fulcral” ao actuar “como o motor do crescimento da prática desportiva dos bracarenses”.

Paralelamente, afirma, em nota à imprensa, que a autarquia “tem vindo a adoptar políticas de igualdade na distribuição dos apoios à prática desportiva, tratando todas as modalidades e clubes por igual e em articulação com todos os agentes da sociedade”.

PUBLICIDADE

Rio afirma que “esta nova realidade” se deve assim ao “papel fulcral” da Braga 2018 – Cidade Europeia do Desporto (CED), ao actuar “como o motor do crescimento da prática desportiva dos bracarenses”.

O autarca recorda o “legado inestimável” que a CED 2018 deixou a Braga. “Fomos internacionalmente reconhecidos pelo trabalho que desenvolvemos numa área crucial para a qualidade de vida dos cidadãos. Somos um exemplo europeu a seguir na promoção do Desporto e no desenvolvimento de programas municipais de incentivo à prática desportiva junto de toda a população, com benefícios ao nível da promoção da saúde, integração e educação”, acrescenta.

Ricardo Rio avança que autarquia investiu entre 2014 e 2020 mais de 7,5 milhões de euros em contratos-programa de desenvolvimento desportivo para as mais diversas modalidades, o que se traduziu no “aumento do número de atletas que praticam actividade física e desportiva de forma regular e orientada”.

Recorda que o município dispõe de 14 programas desportivos municipais dirigidos a diferentes faixas etárias. “A promoção da actividade física, enquanto promotor de saúde e bem-estar, é o objectivo destes programas que, desde 2013, já envolveram mais de 21.500 pessoas”, sintetiza.

REQUALIFICAÇÕES

O autarca aponta ainda os investimentos na requalificação das instalações desportivas do concelho. A criação do Centro de Lançamentos Dr. Braga dos Anjos, a requalificação da pista de atletismo do Estádio 1.º de Maio, dos balneários e edifício de apoio da Piscina da Ponte, a cobertura da bancada do Complexo Desportivo das Camélia, a construção dos campos de padel e coberturas do campo de ténis da Rodovia, a requalificação e ampliação do Parque Desportivo da Rodovia, ampliação das infra-estruturas de apoio da Rodovia, colocação de novo piso no Complexo Desportivo de Maximinos e a requalificação do polidesportivo das Enguardas foram algumas obras realizadas.

O investimento no Desporto estendeu-se também ao pagamento das filiações dos escalões jovens em todas as modalidades desportivas, incluindo o desporto adaptado, e ao pagamento das taxas de organização de jogos de campeonatos formais, a que se juntam os cartões de filiação de treinadores, dirigentes e massagistas/fisioterapeutas.

Desde 2017, refere também, o município apoia as colectividades desportivas a adquirir viaturas de transporte, até 9 lugares, para atletas dos escalões de formação. Mais recentemente, a autarquia passou a assegurar o pagamento dos exames médico-desportivos a todas as atletas federadas, um apoio que se estende às atletas federadas do escalão sénior.

Tendo em conta a nova realidade imposta pela pandemia e atenda às dificuldades sentidas por grande parte das colectividades desportivas, o município oferece testagem gratuita a todos os atletas enquadrados nos escalões de formação dos clubes do concelho.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS