BRAGA –  ‘Braga em Risco’ já leva artistas e livros para a rua

BRAGA –
‘Braga em Risco’ já leva artistas e livros para a rua

Um evento que “une gerações, artistas e linguagens” é como Lídia Dias vê mais uma edição, a quarta, do ‘Braga em Risco – Encontro de Ilustração’ que arrancou com a abertura da exposição de uma colecção de postais ilustrados alusivos a expressões típicas da cidade, na Casa dos Crivos.

“A mais-valia deste encontro é trazer a ilustração e o livro para a rua e fazer com que ambos façam parte da nossa vida”, referiu a vereadora durante o circuito inaugural das 15 exposições que integram o programa do evento.

PUBLICIDADE

Com a curadoria de Pedro Seromenho, o ‘Braga em Risco’, que nas palavras de Lídia Dias, “tem vindo a cativar e entusiasmar os apreciadores da ilustração e do livro infantil”, apresenta este ano várias novidades desde logo com as exposições colectivas ‘Risco Emergente’ e ‘Risco Internacional’ que reúnem talentos emergentes e ilustradores provenientes de Israel, Rússia, Itália, Espanha e França.

A par da música e do teatro infantil, o programa inclui dezenas de oficinas e workshops, encontros com ilustradores, apresentações de livros e um “mercado riscado”.

O ‘Braga em Risco’, que tem vindo a “consolidar” a vertente pedagógica junto do público, das famílias e das escolas do concelho, voltará a contar com ilustradores nas escolas a comunicar com os mais novos.

É, contudo, a mostra dos postais que ilustram ‘dizeres’ bracarenses, que promete ser o grane destaque deste ‘Braga em Risco’. Os postais, com assinatura de 26 ilustradores nacionais, representam, através da ilustração, expressões como ‘Ver Braga por um canudo’, ‘Mandar abaixo de Braga’, ‘Penico do céu’, ‘Mais velho que a Sé de Braga’ ou ‘És de Braga?’ e as designações ‘Roma portuguesa’ e ‘Cidade dos Arcebispos’.

O programa completo do evento, que termina a 17 de Novembro, pode ser consultado AQUI.