BRAGA -

BRAGA - -

Braga reúne parceiros em sessão sobre Diálogo Social Transfronteiriço

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Braga recebeu uma sessão do projecto de Diálogo Social Transfronteiriço para o sector Agro-pecuário, no âmbito do projecto GEMCAT – Geração de Emprego de Qualidade Transfronteiriço.

O projecto é o resultado de uma parceria entre o município e os governos autónomos de Galiza, Castela e Leão e Extremadura, a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho, e a Universidade do Porto, sendo co-financiado pelo Programa de Cooperação Territorial Transfronteiriça para Espanha e Portugal 2014-2020 (POCTEP).

A sessão, integrada na programação da AGRO 2019, e contou com a presença de Firmino Marques, vice-presidente da autarquia, que elogiou a iniciativa integrada na programação de um certame que, “além de promover o sector primário, promove também a empregabilidade num espírito de concertação, que torna o futuro uma via aberta para o emprego de qualidade”.

PUBLICIDADE

Com este projecto pretende-se “melhorar a capacidade institucional das autoridades públicas e dos agentes sociais na melhoria da eficiência das políticas públicas estimulando a criação e manutenção de emprego de qualidade e desta forma construir um marco de cooperação institucional que traga resultados concretos e melhorias tangíveis no mercado laboral transfronteiriço”, afirmou Firmino Marques.

ACÇÕES CONJUNTAS

Na sessão foi decidido propor medidas e acções conjuntas para os desafios do sector para os próximos anos, como a seca, a competitividade das exportações, o envelhecimento da população, o êxodo rural, as novas tecnologias, a necessidade de formação especializada e as dificuldades de contratação de pessoal nesta área. Os resultados são transmitidos no Fórum de Diálogo Social a realizar em Mérida no próximo mês de Outubro.

O diálogo social compreende todo tipo de negociação, consulta ou simplesmente intercâmbio de informação entre os representantes das autoridades nacionais, dos empregadores e dos trabalhadores, sobre temas de interesse comum relativos a política económica e social.

Na Mesa de Diálogo Social estiveram ainda presentes a Direcção Geral do Trabalho e o Observatório de Responsabilidade Social Empresarial SER da Junta da Extremadura, a União geral de Trabalhadores da Extremadura, a CCOO – Comisiones Obreras de Extremadura, a Autoridade para as Condições de Trabalho, o SETAAB- Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Agricultura, Floresta Pesca, Turismo, Indústria Alimentar, Bebidas e Afins, e a CAP – Confederação dos Agricultores Portugueses.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS