BRAGA -

BRAGA - -

Câmara de Braga contrai empréstimo de 10 milhões para escolas e musealização da Ínsula das Carvalheiras

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Para aumentar os investimentos na área da educação e da valorização patrimonial, a Câmara de Braga vai avançar com financiamento bancário de 10 milhões de euros, afirmou Ricardo Rio no final da reunião de executivo de segunda-feira.

Para aumentar a margem de investimento “sem penalizar os munícipes”, autarquia só tem, explicou o presidente da Câmara existem “três formas viáveis”: a alienação de património – “não é por acaso que continuamos com a intenção de vender o edifício da Fábrica Confiança, uma medida que esperamos concretizar nos próximos meses”; arrecadar verbas em sede de candidaturas a fundos comunitários – “onde estamos a trabalhar com um quadro estável de recursos”; e, por último, novos empréstimos bancários.

“Por princípio, não temos nenhuma objecção à contracção de empréstimos desde que sejam bem orientados para investimentos reprodutivos e que a Câmara tenha capacidade de fazer face aos encargos decorrentes”, referiu Rio.

PUBLICIDADE

“Nesta altura em que os juros estão numa fase favorável, o município irá contrair um empréstimo de 10 milhões de euros para requalificar totalmente seis escolas básicas do concelho e desenvolver o projecto de musealização das ruínas romanas da Ínsula das Carvalheiras”, garantiu.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.