REGIÃO -

REGIÃO - -

Câmara de Esposende solicita reuniões “urgentes” ao governo para resolução “imediata” do assoreamento da foz

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, solicitou reuniões de urgência com os ministros do Ambiente, do Mar e com o secretário de Estado das Pescas para exigir uma “rápida intervenção” que ponha cobro “imediato” ao assoreamento da foz do rio Cávado.

A revelação foi feita esta quarta-feira no encontro que juntou o autarca e pescadores para debater os problemas decorrentes do assoreamento da foz que no último mês tem impedido o acesso ao mar.

Manifestando “toda a solidariedade” para com os homens do mar, revelou ainda a intenção de avançar com uma proposta, a ser aprovada na Assembleia Municipal e posteriormente apresentada na assembleia geral da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Cávado e ao Conselho Regional do Norte, “alegando o interesse regional da barra de Esposende e exigindo a rápida intervenção da tutela”.

PUBLICIDADE

Recorde-se que, além das obras no porto de mar, estão em curso as obras referentes à segunda fase da reabilitação do molhe Norte da Embocadura do rio Cávado, no âmbito das acções que têm vindo a ser realizadas para protecção e defesa da zona costeira, pela Sociedade Polis Litoral Norte.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS