REGIÃO

REGIÃO -

Câmara de Guimarães admite melhorar trânsito na rotunda de Silvares. Obra evitaria seguir em direcção a Famalicão

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O presidente da Câmara de Guimarães admitiu a necessidade de facilitar a fluidez do trânsito, na ligação entre a variante de Creixomil e a EN 206, evitando seguir em direcção a Famalicão.

Após duas semanas de aberto o desnivelamento da rotunda de Silvares à circulação automóvel, Domingos Bragança reconheceu, em declaração à Rádio Santiago, a necessidade de realizar uma outra obra que permita a saída mais directa para a EN 206 de quem circule entre Guimarães e a rotunda de Silvares.

No entanto, o autarca salienta que a construção do desnivelamento permitiu “eliminar o maior ponto de estrangulamento do tráfego”.

 “A parte que falta é construir uma faixa de saída da variante de Creixomil para a EN 206, de forma a que quem vem da variante de Creixomil não tenha necessidade de ir à rotunda para seguir na direcção de Famalicão”, explicou à estação de rádio vimaranense. 

“Esta é uma obra que deverá ser articulada com as Infra-estruturas de Portugal e que vai demorar dois ou três anos”, afirma, precisando que várias pessoas lhe têm indicado que “a parte que falta é essa”.

PUBLICIDADE

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
3€ / mês

* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 36€ / ano.