SAÚDE -

SAÚDE - -

Cancro da mama mata quatro portuguesas por dia

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Só em 2018, surgiram mais de dois milhões de novos casos de cancro da mama no mundo, de acordo com o Fundo Internacional para a Investigação Mundial do Cancro. Em Portugal, onde existem cinco milhões de mulheres, a Liga Portuguesa Contra o Cancro dá conta de seis mil novos casos a cada ano. Por dia, 11 mulheres são diagnosticadas com este tumor maligno.

O cancro da mama mata quatro portuguesas a cada 24 horas.

Apesar de não ser umas das enfermidades mais letais, o cancro da mama é considerado um problema de saúde pública devido ao elevado número de casos e à sua alta mortalidade.

A incidência da doença nos homens é muito inferior. Em média, por cada 100 casos de cancro da mama existe somente um paciente do sexo masculino.

Apenas 5 a 10% dos cancros da mama têm uma correlação genética e hereditária, casos em que é obrigatório um acompanhamento mais precoce. As restantes ocorrências, usualmente, têm por base factores de risco associados aos estilos de vida e a características reprodutivas inerentes à vida moderna e ocidental.

O exame clínico e a mamografia são alguns dos meios para um diagnóstico precoce.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
3€ / mês

* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 36€ / ano.