VILA VERDE

VILA VERDE -

Candidatura de Paulo Gomes em risco de ser excluída da corrida aos Bombeiros

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

As eleições para os órgãos sociais dos Bombeiros, marcadas para o próximo sábado, poderão contar apenas com a lista de Paulo Renato Rocha, estando a candidatura de Paulo Gomes em risco de ser afastada por eventuais irregularidades.

Em causa está o facto de alguns dos membros da lista B terem pago as quotas fora do prazo fixado nos Estatutos.

PUBLICIDADE

Paulo Gomes diz que houve «um lapso» na elaboração das listas, mas defende que esses erros podem ser corrigidos, «de forma a que a democracia interna, neste caso o direito de oposição, não seja posto em causa».

Por isso mesmo, a candidatura apresentou novos documentos à Mesa da Assembleia-Geral, presidida por José da Mota Alves, que ainda não se pronunciou formalmente sobre se a candidatura de Paulo Gomes será ou não excluída.

Caso seja, a eleição contará apenas com uma lista, encabeçada pelo actual presidente, Paulo Renato Rocha, que mantém a maioria dos elementos dos corpos sociais actuais.

QUEIXAS DE PARCIALIDADE

Entretanto, nas últimas horas, o grupo de trabalho que compõe a lista B, de Paulo Gomes, emitiu um comunicado para «repudiar veementemente os actos e as barreiras que foram/são colocadas no processo a decorrer para o ato eleitoral da AHBVVV, denunciando desde já a postura parcial existente».

A candidatura refere que, «não obstante a falha no cumprimento do artigo 70º dos Estatutos, à data de entrega da mesma (19/11) todos os elementos tinham as quotas regularizadas».

No comunicado, é ainda dito que «não são facultados aos sócios os Estatutos nem os mesmos estão disponíveis em sítio para consulta» e que foram apresentados pedidos, por escrito, para consultar as actas referentes dos anos de 2020 e 2021 e os cadernos eleitorais em vigor, mas que acabaram recusados.

«Este grupo de trabalho tem única e exclusivamente o objectivo de devolver a paz, o bem-estar e o normal e profícuo funcionamento dos Bombeiros e da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde», frisa.

Entretanto, um associado decidiu recorrer da decisão sobre o anúncio da abertura do processo eleitoral, apresentando uma impugnação das eleições marcadas para sábado.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.