LEGISLATIVAS

LEGISLATIVAS -

Carlos Cação reúne com empresários e reforça intenção do PSD de descer carga fiscal para «gerar mais crescimento económico»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O candidato do PSD a deputado Carlos Cação reuniu com empresários e Associação Empresarial do Vale do Homem, onde vincou a intenção dos social-democratas de baixarem a carga fiscal para «gerar mais crescimento económico» no país.

«O estado de degradação e carência de acessibilidades, a sobrecarga da carga fiscal, o excesso de burocracia e o atraso do Estado nos pagamentos» foram os principais problemas denunciados por empresários e dirigentes da Associação Empresarial do Vale do Homem.

PUBLICIDADE

«São problemas transversais aos diferentes setores da economia. Como assumem o PSD e o Dr. Rui Rio, é urgente mudar e resolver estes obstáculos, de forma a lançar o país para um crescimento mais forte, duradouro, sustentável e que recupere Portugal do atraso em que voltou a ser colocado pelo actual Governo PS», defendeu Carlos Cação.

Num programa de visitas a várias empresas do concelho de Vila Verde, em que foi acompanhado pela presidente da Câmara Municipal, Júlia Fernandes, o candidato social-democrata identificou «barreiras ao desenvolvimento económico e à competitividade do território devido a acessibilidades prometidas pelo Estado, mas que nunca foram cumpridas».

As variantes ao parque industrial de Oleiros e à sede do concelho – com ligação à área de expansão empresarial de Gême – estão no centro das atenções e têm merecido sucessivas manifestações de protesto do Município e outras instituições do concelho.

«É uma luta a que vou dar particular atenção, sendo eleito como deputado», comprometeu-se Carlos Cação, que lamentou ainda o agravamento dos custos de contexto e dos impostos, assim como os atrasos do Estado nos pagamentos devidos, «ainda para mais em tempo de pandemia», conforme sublinharam os dirigentes da AEVH.

MENOS IMPOSTOS

Carlos Cação mostrou-se confiante que a vitória do PSD e Rui Rio no próximo domingo permitirá abrir «uma nova página de desenvolvimento para Portugal, com mais crescimento económico e mais igualdade social, designadamente no que toca aos rendimentos das pessoas».

Como destacou o candidato a deputado, «o PSD e Rui Rio preferem diminuir a carga fiscal, de forma a criar condições para um maior crescimento económico, que vai gerar mais receitas, para o Estado reforçar o investimento público e os apoios às famílias».

O PSD assume também «o combate à política de baixos salários», pretendendo que o aumento do salário mínimo seja também acompanhado pela valorização dos salários médios «para segurar os quadros e a mão-de-obra qualificada».

«Ao mesmo tempo, é urgente eliminar uma das particularidades mais negras do mercado de trabalho em Portugal: a elevada taxa de risco de pobreza e exclusão social das pessoas que trabalham, que é de 30,4%», conclui.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.