BRAGA - Casa do Minho do Rio de Janeiro apresenta em Braga obra sobre folclore minhoto no Brasil

BRAGA -
Casa do Minho do Rio de Janeiro apresenta em Braga obra sobre folclore minhoto no Brasil

O Salão Nobre da Câmara de Braga foi, esta sexta-feira, o palco da apresentação do livro ‘Rancho Folclórico Maria da Fonte da Casa do Minho do Rio de Janeiro – A jornada do grupo português que valoriza a cultura minhota no Brasil desde 1954’, da autoria do jornalista luso-brasileiro Ígor Lopes

A sessão contou com as presenças de Firmino Marques, vice-presidente do município, Lídia Dias, vereadora da Cultura, Agostinho dos Santos, presidente da Casa do Minho do Rio de Janeiro, e Odir Ferreira, o único fundador vivo do grupo.

Trata-se de uma obra que tem como objectivo celebrar os 65 anos de fundação do Rancho Folclórico Maria da Fonte, o mais antigo dos quatro grupos da entidade minhota. O livro retrata ainda os bastidores do rancho no Brasil e no exterior.

PUBLICIDADE

Este livro-reportagem é fruto de pesquisas históricas e entrevistas jornalísticas efectuadas no Brasil e em Portugal. Mostra o percurso do Rancho Folclórico Maria da Fonte ao longo dos seus 65 anos de existência, com foco na promoção dos nomes que fizeram o grupo ganhar a dimensão que tem hoje. Explica as ligações da Casa do Minho com as autoridades portuguesas, brasileiras e luso-brasileiras, desvenda os detalhes das actividades do rancho e aponta os seus principais momentos.

A narrativa do livro explica também a importância e a dimensão do protagonismo nacional e internacional do grupo, que ocupa hoje um lugar de grande notoriedade na Diáspora portuguesa, promovendo a língua de Camões, a cultura lusitana e as tradições, danças e cantares da região do Alto Minho.