PAÍS

PAÍS -

Certificado de vacinação ou teste negativo: as condições para entrar em Espanha

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A partir desta segunda-feira, quem pretender atravessar as fronteiras terrestres e entrar em Espanha tem de apresentar um documento que ateste que já foi vacinado, que já recuperou da Covid-19 ou um teste negativo. Quem não o fizer arrisca pagar uma coima que pode ir até aos três mil euros.

Segundo o despacho publicado no Boletim Oficial do Estado espanhol, todas as pessoas com mais de seis anos, que residam em concelhos num raio superior aos 30 quilómetros da fronteira incorrem numa multa até três mil euros se entrarem em Espanha, por via terrestre, sem se fazerem acompanhar do certificado de vacinação contra a Covid-19 ou de recuperação da doença.

PUBLICIDADE

Caso os cidadãos portugueses não disponham de nenhum dos dois documentos, as autoridades vão exigir o teste de diagnóstico negativo realizado nas 48 horas anteriores à chegada ao território espanhol, à semelhança do que é exigido aos passageiros que cheguem por via aérea e marítima.

O documento pode ser exigido pelas autoridades espanholas a qualquer momento.

Além dos residentes nas zonas de fronteira num raio de 30 quilómetros, são também excepções os camionistas internacionais e os trabalhadores transfronteiriços.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.