BRAGA -

BRAGA - -

Conservatório de Música de Braga enche com concerto solidário a favor da Cruz Vermelha

Share on facebook
Share on twitter

O Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga recebeu, esta sexta-feira, um concerto solidário, em apoio à Delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), no âmbito da campanha ‘Uma Casa Para Os Sem-Abrigo’.

Ana Maria Ferreira, directora do Conservatório reafirmou a importância das comunidades educativas apoiarem causas humanitárias, acrescentando valores e consciência social aos seus alunos. Não podiam, assim, restringir, à sua comunidade escolar, esta oportunidade de apoiar a campanha da Cruz Vermelha, abrindo portas a todos os que quisessem participar.

PUBLICIDADE

O auditório encheu-se de professores, pais e familiares dos alunos que actuaram, mas também de outros cidadãos que quiseram estar no concerto e apoiar a causa.

A entrada para este concerto foi a aquisição de uma ‘casinha’.  Foram adquiridas 360 ‘casinhas’ o que se traduz em 720 euros.

O concerto apresentado por professores e alunos, além da reconhecida qualidade artística do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, foi, afirma a Cruz Vermelha bracarense em comunicado, “uma experiência étnica de sons que nos levaram além-fronteiras e que efectivamente nos dão a dimensão da universalidade da música ligando-a à mobilização, à união e ao poder da humanidade nas causas sociais”.

Presente neste evento esteve também, Armando Osório, presidente da delegação de Braga da CVP, que contextualizou o trabalho da instituiçãona área de intervenção com as Pessoas em situação de Sem-Abrigo, bem como as dificuldades de sustentabilidade.

“Nos últimos 20 anos a delegação de Braga tem apoiado, de forma contínua, cerca de 180 pessoas por ano, quer em respostas de alojamento, nomeadamente através do Centro de Alojamento Temporário, das Residências Partilhadas e do projecto Housing First, quer na satisfação de necessidades básicas alimentares e de higiene, apoio psicossocial e apoio à integração socioprofissional”, lembrou.

“Esta é uma resposta social que todos os anos apresenta um défice financeiro de 40 mil euros”, alertou.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.