ECONOMIA (Justiça) -

ECONOMIA (Justiça) - -

Credores votam futuro da Associação Industrial do Minho

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A  assembleia de credores da Associação Industrial do Minho (AIMinho) decide dia 5 de setembro, no Tribunal de Famalicão, o futuro do organismo, votando a favor da sua recuperação ou da sua liquidação. No ato, está em causa a discussão e aprovação do Plano de Insolvência” da AIMinho.

Em setembro de 2017, os credores «chumbaram» por 98% dos votos, o Plano Especial de Revitalização (PER) da AIMinho, e como principais credores a Caixa Geral de Depósitos (seis milhões de euros) e o Novo Banco (5,6 milhões de euros). Deve, ao todo, mais de 12 milhões de euros.

PUBLICIDADE

O primeiro plano apresentado pela AIMinho foi reprovado pela Caixa Geral de Depósitos e contou com a abstenção do Novo Banco, os principais e maiores credores da associação minhota. Previa “um perdão” de 80% da dívida.

ovilaverdense@gmail.com

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS