ENSINO SUPERIOR

ENSINO SUPERIOR -

Curso de Química da UMinho tinha 24 vagas mas captou apenas sete alunos

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A licenciatura em Química da UMinho captou apenas sete alunos no Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, sendo que o número de vagas é de 24.

Um decréscimo acentuado que o departamento de Química quer combater: em 2020 licenciaram-se 24 alunos, este ano há 18 alunos no 2º ano e também 18 alunos no 3º.

PUBLICIDADE

A docente Dulce Geraldo disse ao jornal “O Vilaverdense” que «o decréscimo de procura ocorre, não só na UMinho mas também em universidades nacionais e estrangeiras» e acontece «apesar de ter saídas profissionais em áreas como a indústria têxtil e alimentar, o ambiente, as análises químicas, as auditorias, a indústria automóvel, o controlo da qualidade, a cosmética, o desenvolvimento de fármacos, o empreendedorismo, a docência, a investigação, a petroquímica, os polímeros e a representação comercial».

Em sua opinião, a diminuição tem explicação: «Os alunos do Secundário consideram-na uma disciplina interessante, mas “trabalhosa” dado que é necessário relacionar conceitos, entender as matérias de forma global e dedicar-lhe muito tempo. Por isso, poucos optam por frequentar a Química no 12º ano».

Por outro lado – sublinha – «há a ideia, difundida pelos media, de que a Química é responsável pela maioria dos problemas que do Planeta, nomeadamente, a poluição, o efeito de estufa, o buraco na camada de ozono, e os micro-plásticos no ambiente».

SOLUCIONA PROBLEMAS

O que também não é verdade, assegura. «Esta área da ciência soluciona problemas actuais e a investigação dos químicos melhora a qualidade de vida, criando novas soluções para problemas de saúde, desenvolvendo novos materiais e energias mais limpas», diz.

Feito o diagnóstico, a UMinho lança iniciativas de sensibilização de estudantes, através dos projectos “A Química vai à tua Escola” e “A Química que nos liga”.

No caso das escolas, com visitas ao Departamento, demonstrações, workshops e palestras, tenta-se “desmitificar a imagem negativa, relevando assuntos como a Química verde, as Janelas inteligentes, a Sustentabilidade, os Produtos naturais, a Química forense, o Tratamento de águas.

Já os antigos alunos da Licenciatura apresentam os motivos pelos quais vale a pena seguir uma carreira em Química e descrevem os seus percursos profissionais.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.