SAÚDE –

SAÚDE – -

Despesa corrente em saúde obtém maior crescimento dos últimos 10 anos

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A despesa corrente em saúde aumentou 5,1% em 2018, sendo superior à variação nominal do PIB, segundo indicadores divulgados esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Trata-se do crescimento mais elevado da despesa corrente em saúde desde 2008, segundo a Conta Satélite da Saúde do INE.

Os resultados preliminares da despesa corrente em saúde de 2018 mostram um aumento da despesa pública de 5,3% e privada de 4,6%.

PUBLICIDADE

Em 2017, a despesa corrente em saúde tinha aumentado 3,6%, que significava menos 0,9 pontos percentuais do que no ano anterior.

Para 2018, o INE estima que a despesa corrente tenha sido de 18.345,1 milhões de euros, representando 9,1% do Produto Interno Bruto (PIB), “reflectindo o crescimento mais elevado desde 2008”.

Segundo o INE, em 2017, a importância relativa da despesa corrente pública no financiamento do sistema de saúde português manteve-se nos 66,3%.

Para 2018 prevê-se um crescimento da despesa pública (5,3%) superior ao da despesa privada (4,6%), acrescenta a Conta Satélite da Saúde.

Os indicadores do INE mostram ainda que, em 2017, aumentou a despesa corrente de todos os agentes financiadores públicos, destacando-se as outras unidades da administração pública (+3,7%), o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e os Serviços Regionais de Saúde das Regiões Autónomas (SRS) (+3,5%).

Os agentes financiadores privados que contribuíram mais significativamente para o aumento da despesa, nesse ano, foram as sociedades de seguros (+13,7%) e as famílias (+2,6%).

Em termos estruturais, o INE salienta o aumento do peso do financiamento das sociedades de seguros (+0,4 pontos percentuais) e, em sentido inverso, a redução da importância relativa da despesa das famílias (-0,3 pontos percentuais).

Os dados preliminares do INE para 2018 apontam para uma continuação do aumento do financiamento dos principais agentes financiadores públicos e privados, com exceção dos subsistemas de saúde públicos.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.