EDIÇÃO IMPRESSA – Entrevista à Vereadora da Educação, Júlia Fernandes, que faz a projecção do novo ano lectivo

EDIÇÃO IMPRESSA –
Entrevista à Vereadora da Educação, Júlia Fernandes, que faz a projecção do novo ano lectivo

O início do ano lectivo ainda não está totalmente estabilizado, nomeadamente, no número de alunos e nos apoios necessários. Por isso, a Vereadora da Educação apresenta números baseados nos valores gastos no ano passado. «Pode haver ligeiras alterações porque ainda não fechamos este processo». A redução do número de turmas «foi residual», no entanto, a Câmara mantém os apoios e reforça algumas áreas. «Só em transportes escolares ultrapassamos um milhão de euros», revela Júlia Fernandes.

Mais desenvolvimentos na edição impressa deste mês

PUBLICIDADE