VILA VERDE –

VILA VERDE – -

Época de incêndios preparada com execução de faixas de gestão do combustível

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Vila Verde iniciou esta quinta-feira a execução controlada de faixas de gestão do combustível, habitualmente denominadas “faixas corta-fogo”, de forma a evitar o alastramento de incêndios florestais.

«Este ano, o plano de gestão de faixas de combustíveis abrange uma extensão superior a 580 hectares, divididas em 93 parcelas, nas Freguesias de Aboim da Nóbrega e Gondomar, Prado S. Miguel, Valdreu, União de Freguesias da Ribeira do Neiva e União de Freguesias do Vade», explicou, em comunicado, a Câmara.

PUBLICIDADE

Estas são freguesias classificadas pelo ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas – como freguesias onde o risco de incêndio florestal é muito alto.

Participam nestas iniciativas, integradas no Plano Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios, o ICNF, os Bombeiros Voluntários de Vila Verde, a equipa de Sapadores da Associação Florestal do Cávado, a equipa de Intervenção e o Gabinete Técnico do Município de Vila Verde.

O presidente da Câmara, que acompanhou no terreno uma das acções, em Valdreu. sustenta que «neste flagelo que são os incêndios florestais, tem sido para o Município de Vila Verde objetivo principal apostar na prevenção».

«Durante todo o ano, para além da criação destas zonas tampão, temos colaboradores no terreno a realizar limpeza das faixas de contenção de incêndios e a requalificar os caminhos florestais e os pontos de água», refere António Vilela.

O autarca lembra que, das 33 freguesias do concelho, 11 estão classificadas com nível de perigosidade de incêndios florestais muito alta e 19 com alta.

«Só com a forte aposta que temos vindo a realizar na prevenção é que temos conseguido que o património florestal concelhio, as pessoas e os seus bens, se mantenham salvaguardados», aduz.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS