VILA VERDE

VILA VERDE -

Estrada que liga Revenda a Godinhaços está a ser requalificada

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Estrada do Borrelho – Estrada Municipal 532-2 – que liga Revenda, em Travassós, a Godinhaços está a ser requalificada, no âmbito de um plano de reabilitação de algumas vias municipais, no valor de mais de 3,5 milhões de euros.

«Esta via está a ser objecto de uma profunda intervenção no sentido da realização de vários alargamentos e instalação de infra-estruturas de saneamento básico e de abastecimento de água em partes da mesma, ficando concluída com uma total repavimentação em tapete de asfalto», refere uma nota da Câmara de Vila Verde.

PUBLICIDADE

Segundo a autarquia, esta obra integra-se num «ambicioso plano de obras estruturantes que vão arrancar um pouco por todo o concelho e permitir um salto em frente no sentido da modernização da rede viária que percorre o território e que vai elevar os níveis de atractividade e de competitividade».

Este plano contempla a repavimentação das seguintes estradas, caminhos e ruas municipais: EM 531-2 – Coucieiro e Atães; EM 532-2; Revenda, em Travassós, a Godinhaços; EM 566 – Ponte Nova, da Loureira à Lage; Rua das Vinhas – Vila Verde a Turiz; Rua 25 de Abril – Vila Verde a Barbudo; CM 1179 – Parada de Gatim a Freiriz; CM 1167 – Freiriz a Escariz; EM 537; – Pico Regalados a Gomide; Rua Eng. Adelino Amaro da Costa e Dr. Ant. Ribeiro Guimarães – Vila Verde; Rua Bouça Penedo – Cervães.

Citado no comunicado, o presidente da Câmara, António Vilela, considera que a intervenção nas vias municipais, com um valor de mais de 3,5 milhões de euros, «vem acrescentar um importante valor, em matéria de comodidade, de segurança e de celeridade, à circulação rodoviária», além de «proporcionar também à população o acesso a serviços básicos de vital importância para a elevação da qualidade de vida local».

«Depois do grande investimento que o Município realizou para ampliar a rede de tratamento de águas residuais, dando continuidade ao rigoroso planeamento que, em devido tempo, fizemos, estamos agora a entrar numa segunda fase do processo de modernização das infra-estruturas concelhias, apostando na requalificação da rede viária que tinha sido intervencionada e rasgada com as obras de instalação das infra-estruturas de saneamento básico e de outros serviços como o gás natural», frisa.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS