ELEIÇÕES EUROPEIAS

ELEIÇÕES EUROPEIAS -

Europeia. PNS e Carlos César juntam-se a Marta Temido em Braga

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Marta Temida, a cabeça-de-lista do PS às Europeias, contou esta quarta-feira, em Braga, com a participação numa arruada de dois ‘pesos-pesados’ do partido: o presidente, Carlos César, e o secretário-geral, Pedro Nuno Santos.

Enquanto a ex-ministra da Saúde recusava, esta terça-feira, em Viana do Castelo comentar a decisão do Presidente da República de ter promulgado, horas, depois, o Plano de Acção para as Migrações, já em Braga Pedro Nuno Santos (PNS) não poupou Marcelo.

A cabeça-de-lista do PS às Europeias de domingo limitara-se a dizer que as propostas do Plano de Acção para as Migrações, apresentado na segunda-feira pelo Governo, “pouco trazem de novo”. Já PNS considerou que o Presidente “partilha do mesmo diagnóstico errado” do Governo de que o aumento de imigrantes se deve a uma alteração legislativa.

“Eu acho que o senhor Presidente partilha do mesmo diagnóstico errado de que a explosão ou o aumento de imigrantes em Portugal se deve a uma alteração legislativa. E não. Deve-se a uma estrutura económica predominante em Portugal. Aí é que está a chave”, disse aos jornalistas o secretário-geral do PS, à margem de uma arruada pelo centro de Braga.

Para o líder dos socialistas, a forma “mais eficiente” de regular as entradas em Portugal “é através da transformação do perfil da economia”.

HUMILDADE

Numa arrudada muito participada, Temido não esqueceu a juventude naquela que é considera uma das cidades mais jovens da Europa.

“A Europa é dos jovens”, foi a mensagem que a candidata socialista quis passar referindo que a Europa do futuro está nas mãos da juventude. Daí que tenha apelados os jovens que votem no próximo domingo, porque o seu papel será “sempre um papel importante no futuro”.

A Carlos César, que se juntou em Braga a Marta Temido e a PNS, coube a análise dos possíveis cenários saídos das eleições.

“Nem o Governo vai cair nem o Governo vai deixar de cair” após as Europeias, mas defendeu que um mau resultado da AD lhe faria “muito bem” para ter “mais humildade”.

Se “a AD não tiver uma votação boa nestas eleições vai fazer-lhe muito bem pelo menos para adquirir maior humildade”, considerou o presidente socialista.

Já questionado sobre as consequências para o PS de um mau resultado, o presidente do partido afirmou que “o PS está sempre a aprender” quer quando ganha quer quando perde.

ovilaverdense@gmail.com

Fernando Gualtieri (CP7889)

 

 

 

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
3€ / mês

* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 36€ / ano.