VILA VERDE

VILA VERDE -

Fernando Silva diz que Chega «é a única alternativa» para «enfrentar a monarquia instalada»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Em dia de fecho da campanha autárquica, o candidato do Chega à Câmara de Vila Verde, Fernando Silva, reiterou que a candidatura que encabeça «é a única alternativa» para «acabar com os compadrios» no concelho.

«As candidaturas do PSD e do PS são dois irmãos siameses que apenas se preocupam com os seus interesses particulares. Um dos irmãos é muito forte e manda enquanto o outro é subserviente e obedece», refere, num comunicado publicado na página oficial da candidatura.

PUBLICIDADE

Fernando Silva diz que o ex-autarca e agora eurodeputado José Manuel Fernandes «é o dono disto tudo e faz de Vila Verde a sua coutada particular».

«Quando saiu da Câmara para Bruxelas deixou a mulher [Júlia Fernandes] a controlar essa coutada. Só o Chega conseguirá enfrentar a monarquia instalada. Não temos medo de falar. Não dependemos em nada do poder instalado, porque não temos negócios nenhuns com a Câmara», frisa.

Por isso, o partido sublinha que «é tempo de dizer chega» e mostra-se convicto de que é possível ganhar as Eleições Autárquicas de domingo.

«Durante a campanha fomos os únicos a levantar a voz e a denunciar o poder instalado, o amiguismo e a corrupção. Acredito que vamos ganhar as eleições e logo no primeiro dia em que tomarmos posse iremos fazer uma auditoria à Câmara Municipal, mas se não ganharmos continuaremos nesta luta pela verdade e pela honestidade e bem-estar de todos os cidadãos do nosso concelho», garante.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.