EDIÇÃO IMPRESSA – Filho de empresário de Moure acusado de homicídio. Viúva não vai a julgamento

EDIÇÃO IMPRESSA –
Filho de empresário de Moure acusado de homicídio. Viúva não vai a julgamento

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Braga pronunciou por homicídio o filho do empresário de Moure, assassinado em Outubro de 2017, mas ilibou a viúva, considerando que não foram recolhidas provas para deduzir acusação de que Maria Júlia Ferreira participara na morte de António Ferraz da Costa.

Mais desenvolvimentos na edição impressa de Outubro 2019, nas bancas.

PUBLICIDADE