CRIMEFingiu ser advogada e lesou “cliente” em seis mil euros

CRIME
Fingiu ser advogada e lesou “cliente” em seis mil euros

Uma mulher, de 61 anos, está indiciada pelos crimes de burla, abuso de confiança e procuradoria ilícita, por se ter feito passar por advogada, em Vizela, lesando um suposto cliente em seis mil euros.

Em comunicado, a GNR explica que a mulher, que já trabalhou num escritório de advocacia, conseguiu enganar um homem, a quem pediu seis mil euros, valor correspondente ao pagamento para a defesa em três processos crime.

PUBLICIDADE

Na sequência do processo, que teve início há cerca de nove meses, tendo por base a denúncia da vítima, foram realizadas duas buscas, uma domiciliária e uma em viatura, que permitiram apreender documentos relacionados com os crimes em investigação.

A suspeita foi constituída arguida e sujeita à medida de coacção de termo de identidade e residência.