JUSTIÇA - Gangue italo/croata julgado no Tribunal de Braga por assaltos a residências

JUSTIÇA -
Gangue italo/croata julgado no Tribunal de Braga por assaltos a residências

Um gangue italiano, de origem croata, com seis membros, responsável por assaltos a residências em Braga, Oliveira de Azeméis e Famalicão, vai ser julgado esta segunda-feira no Tribunal Judicial.

O grupo instalou-se, em 2017, em Matosinhos para fazer os assaltos. A  acusação diz que fazem parte de uma organização internacional para crimes contra o património. A PJ apanhou-os ao terceiro assalto,  tentado em Famalicão.

O Ministério Público do Tribunal de Matosinhos sustenta que os seis, com idades entre 25 e 44 anos, alguns com laços familiares como sucede com Nesa e Toni Jankovic (pai e filho) vinham a Portugal desde 2009, arrendando apartamentos para estadias que iam até aos três meses. O grupo envolvia, ainda, Valentino Nicolic, Luca Braidich, Daniel Braidich e Marcus Rudolf.

PUBLICIDADE

Ficaram presos preventivamente e vão ser julgados no Tribunal de Braga por furto qualificado e associação criminosa.