COVID-19

COVID-19 -

Governo considera «evidente» tomar mais medidas para conter a pandemia

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Ministra de Estado e da Presidência confirmou, esta quarta-feira, que será necessário tomar mais medidas para conter a propagação da Covid-19, mas não tão restritivas como as que já foram adoptadas anteriormente.

«Estão em cima da mesa as medidas que forem consideradas necessárias para não deixarmos crescer o número de casos. Face ao número de casos, temos hoje menos internamentos, menos mortos do que no passado tivemos com estes números. É preciso agora saber que medidas são necessárias», disse Mariana Vieira da Silva.

PUBLICIDADE

A Ministra acrescentou que o Governo «não prevê medidas com um nível e com a gravidade que já foram tomadas no passado, porque a população está mais protegida», mas reiterou que não deixarão de ser tomadas «as medidas necessárias».

Sobre o facto de o Presidente da República ter considerado «evidente» a necessidade de voltar a tornar o uso de máscara obrigatório na rua, Mariana Vieira da Silva defendeu que o que ouviu Marcelo sublinhar foi a necessidade de esperar pela reunião no Infarmed, marcada para sexta-feira.

«Parece evidente que perante o agravamento do número de casos temos que tomar mais medidas. Quais são é preciso ouvir os especialistas. Esse é um grande ganho que tivemos neste processo, que fez também os portugueses vacinarem-se de forma massiva, ao contrário do que aconteceu noutros países, o que nos coloca numa situação de maior protecção. Agora vamos ouvir os peritos face a esta situação que medidas têm que ser tomadas e tomaremos as medidas», frisou.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.