NACIONAL -

NACIONAL - -

Governo ouve críticas de Ricardo Rio sobre redução do preço dos passes sociais nos transportes

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Governo admite reduzir o preço dos passes sociais nos transportes públicos de todo o país e não só nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto, para que o valor a pagar não ultrapasse os 40 euros. O executivo de António Costa tenta ultrapassar as críticas de algumas autarquias excluídas deste processo.

Recorde-se, que Ricardo Rio, presidente da Câmara de Braga, considerou esta segunda-feira, em entrevista à SIC Noticias, discriminatória a medida proposta pelo presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medida, e logo seguida por Rui Moreira, autarca portuense.

Perante a intenção agora anunciada de alargamento da redução do preço dos passes a todo o país, Ricardo Rio acolhe a medida de forma positiva e pede que não se fique pelas intenções.

PUBLICIDADE

José Matos Fernandes garantiu que a medida, a ser incluída no Orçamento de Estado para 2019, será alargada a todo o país e suportada em parte pelos municípios.

O ministro do Ambiente estima que, a ser aprovada, a medida custe aos cofres do Estado cerca de 60 milhões de euros na AML e entre os 15 e os 20 milhões na AMP. Para o resto do país ficará entre os cinco e os 10 milhões de euros.

FAZER CONTAS

Já em declarações à TSF, o vice-presidente da Associação Nacional de Municípios tem dúvidas acerca das estimativas do Governo para a atribuição de verbas nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto em comparação com o resto do país.

“Espero que antes de qualquer processo legislativo haja uma análise concreta, matemática, àquilo que se passa em cada município”, pede Ribau Esteves.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS