ABUSOS NA IGREJA

ABUSOS NA IGREJA -

Grupo VITA já recebeu 24 pedidos de indemnização por abusos sexuais na Igreja

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O grupo VITA já recebeu 24 pedidos de indemnização por parte de pessoas que terão sofrido abusos sexuais levados a cabo por elementos ligados à Igreja Católica portuguesa.

Através de um comunicado, assinado pela coordenadora Rute Agulhas, o grupo, que se dedica ao acompanhamento e à prevenção de abusos sexuais dentro da Igreja Católica em Portugal, revela que ao longo dos últimos 11 meses de funcionamento já foi contactado por 89 pessoas que terão passado por situações abusivas. «A maior parte está a ser encaminhada para um processo de acompanhamento psicológico e/ou psiquiátrico regular», refere.

Dessas, 24 solicitaram uma reparação financeira, um processo que será avaliada pela Conferência Episcopal Portuguesa em conjunto com o grupo VITA e com as Comissões Diocesanas de Proteção de Menores e Adultos Vulneráveis.

O grupo informa ainda que no dia 18 de junho do presente ano apresentará, em Fátima, o segundo relatório dedicado aos abusos sexuais no seio da Igreja Católica portuguesa. Até à passada semana, o grupo em questão tinha anunciado que 19 pessoas já tinham apresentado um pedido de indemnização.

Ainda na passada semana, mais concretamente na quinta-feira, a Conferência Episcopal Portuguesa aprovou a atribuição de compensações financeiras às vítimas de abusos sexuais.

Este organismo informou que os pedidos de indemnização devem ser submetidos ao grupo VITA e às Comissões Diocesanas de Proteção de Menores e Adultos Vulneráveis até dezembro de 2024.

ovilaverdense@gmail.com

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
3€ / mês

* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 36€ / ano.