RESTAURAÇÃO (Região)

RESTAURAÇÃO (Região) -

Guia Michelin 2024: Inato Bistrô, de Braga, e o Norma, de Guimarães reconhecidos com cozinha de qualidade a um bom preço

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Os restaurantes Inato Bistrô, de Braga, e o Norma, de Guimarães, foram reconhecidos, esta noite, com a categoria Bibgourmand, que reconhece restaurantes com cozinha de qualidade a um bom preço. A cerimónia está a decorrer esta noite no Algarve. Pela primeira vez uma gala do Guia Michelin dedicado em exclusivo a Portugal.

E já são conhecidos os novos restaurantes com uma estrela Michelin em Portugal, atribuídos «a restaurantes que utilizam ingredientes de alta qualidade, onde os pratos com sabores distintos são preparados com um padrão elevado e constante». São o 2 Monkeys, de Vitor Matos e Francisco Quinta, no hotel Torel Palace Lisboa; Desarma, do chef Octávio Freitas, no Funchal; Ó Balcão, do chef Rodrigo Castelo, em Santarém e o Salá do chef João Sá em Lisboa.

São agora 31 o número de restaurantes com uma estrela Michelin em Portugal.

Foram também atribuídos os Bibgourmand e restaurantes recomendados, duas categorias que são cerca de 80% do conteúdo do guia Michelin.

Na categoria Bibgourmand (que reconhece restaurantes com cozinha de qualidade a um bom preço) foram oito os novos restaurantes distinguidos: Flora, em Viseu; Inato Bistrô, em Braga; Norma, em Guimarães; O Pastus, em Paço D’Arcos; Olaias, na Figueira da Foz; Oma, em Baião; Pátio 44, no Porto; Poda, em Montemor-o-Novo.

Na categoria restaurantes recomendados pelo Guia Michelin 2024 foram 21 restaurantes os vencedores: Apego, no Porto; Bahr, em Lisboa; Blind, no Hotel Torel Palace no Porto; Bonfim 1896 em Pinhão; Casa do Gadanha no centro histórico de Estremoz; Cavalariça na Comporta; Downunder, restaurante australiano em Lisboa; Fago na vila de Marvão; Fauno, no Porto; Gastro by Elemento, também no Porto; Horta, no Funchal; Lamelas em Porto Covo; MA, restaurante de influência da gastronomia japonesa em Coimbra; Noélia em Cabanas de Tavira; Numa, em Portimão; O Palco, em Coimbra; Quinta do Tedo, em Folgosa, Trás-os-Montes; Seiva, em Leça da Palmeira; Sem, em Lisboa; Sem Porta do hotel Sublime, em Muda, Grandola e o restaurante Vinha dos chefe Henrique Sá Pessoa e Jonathan Seiller, em Vila Nova Gaia.

Novos prémios

Rita Magro, do restaurante Blind, no Porto, foi a escolha dos inspetores Michelin para o prémio jovem chef de 2024. A chef trabalhar em parceria com o chef Vítor Matos.

Pela primeira vez o guia Michelin em Portugal atribuiu prémios para os profissionais de sala. Pedro Marques, responsável de sala do restaurante Yeatman, em Vila Nova de Gaia, foi o vencedor da categoria “sala” e recebeu uma jaleca preta.

Na categoria melhor sommelier, o prémio foi para Leonel Nunes do restaurante Il Gallo D’Oro, restaurante do Funchal

A gala decorre no Algarve, no hotel Nau Salgados, e conta com 500 convidados e foi apresentada por Catarina Furtado. Esta foi a primeira gala Michelin dedicada exclusivamente a Portugal. Nos últimos anos a organização do evento, e do guia Michelin, tem sido feita em conjunto com Espanha.

ovilaverdense@gmail.com

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
3€ / mês

* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 36€ / ano.