SAÚDE

SAÚDE -

Hospital de Braga diz que “não é agradável” encerramentos de Obstetrícia

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O presidente do Conselho de Administração do Hospital de Braga considerou esta quinta-feira que “não é agradável” os constantes encerramentos do Serviço de Urgência de Obstetrícia e Ginecologia, assumindo que está a trabalhar diariamente para minimizar os impactos.

“Esta situação [encerramentos por impossibilidade de preencher as escalas de médicos] não é agradável. Não é uma situação que desejamos. É uma situação que estamos a trabalhar, todos os dias, convictamente e com muita energia, para que seja minimizada”, disse João Porfírio Oliveira, escusando-se a fazer mais comentários sobre o assunto, apesar da insistência dos jornalistas.

As declarações foram proferidas durante a apresentação do projecto para a personalização, com símbolos do Sporting Clube de Braga, das fardas dos profissionais de saúde do Serviço de Pediatria, das cortinas dos quartos de internamento e das batas que as crianças vão usar quando se deslocarem para o bloco operatório, numa iniciativa em parceria com o clube.

PUBLICIDADE

Segundo o Portal do Serviço Nacional de Saúde (SNS), o Serviço de Urgência de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital de Braga volta a encerrar no próximo sábado.

Caso se verifique novo encerramento no sábado, será o nono, por um período de 24 horas, no espaço de três semanas.

No último comunicado, divulgado na segunda-feira, o Hospital de Braga dava conta de que envida diariamente “todos os esforços com a finalidade, sobretudo, de manter assegurada a prestação de cuidados de saúde”, acrescentando “que se encontra a trabalhar de forma articulada com outros hospitais da região, de forma que a resposta aos utentes seja garantida pela rede de instituições do Serviço Nacional de Saúde”.

Em caso de Urgência, solicita que os utentes contactem a Linha SNS 24 (808242424) e se dirijam a um dos outros hospitais da região, nomeadamente aqueles que têm apoio da especialidade de Ginecologia e Obstetrícia, entre os quais Guimarães, Famalicão e Viana do Castelo.

Em casos de maior complexidade, aconselha o Centro Hospitalar Universitário de São João, no Porto.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.