BRAGA -

BRAGA - -

Infraestruturas de Portugal já arrancou com remoção de espécies arbóreas em Braga

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

À semelhança do que já aconteceu nas estradas de acesso ao Bom Jesus, Estrada Nacional 103 e na Via da Falperra, Estrada Nacional 309, as Infraestruturas de Portugal (IP) estão a proceder, desde esta segunda-feira, à remoção de um conjunto de espécies arbóreas (Liquidâmbares, vulgarmente conhecidas por árvore do âmbar), que se encontram localizadas na avenida António Macedo, EN14, entre o Km 47.6 e o Km 48.0.

A operação tem uma duração prevista de 3 a 4 semanas.

De acordo com a Infraestruturas de Portugal esta operação “deve-se ao facto de haver necessidade de melhorar, repor e garantir as condições de circulação dos peões e na plataforma rodoviária”.

PUBLICIDADE

Na base desta decisão, e segundo informação deste organismo, trata-se de uma operação “imprescindível, em salvaguarda da segurança de pessoas e bens”.

“Os exemplares arbóreos em causa são demasiadamente grandes para os locais em que se encontram instalados, estando as suas raízes a danificar o passeio e a própria infraestrutura viária. Assim é essencial a sua remoção, cuja intervenção na sua totalidade (abate, passeios e guarda corpos) irá decorrer por um período de 3 a 4 semanas”, refere documento da Infraestruturas de Portugal.

“Após esta intervenção, e tendo em consideração o espaço disponível, nomeadamente nas zonas verdes adjacentes, proceder-se-á à plantação de novos exemplares arbóreos, por forma a compensar a remoção, que se prevê vir a ocorrer na próxima época adequada à plantação”, avança a Câmara de Braga com base nas informações prestadas pela IP.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.