EUROPA

EUROPA -

Isabel Estrada Carvalhais saúda acordo para a estratégia “Do Prado ao Prato”

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Foi aprovado esta sexta-feira, por larga maioria, o relatório sobre a estratégia “Do Prado ao Prato” numa votação conjunta entre a Comissão da Agricultura e Desenvolvimento Rural e a Comissão do Ambiente, Saúde Pública e da Segurança Alimentar do Parlamento Europeu.

A eurodeputada Isabel Estrada Carvalhais, membro efectivo da Comissão AGRI, realça a importância deste documento no âmbito do Pacto Ecológico Europeu, “com vista a alcançar sistemas alimentares mais sustentáveis e amigos do ambiente”.

PUBLICIDADE

“A protecção da biodiversidade, a agricultura biológica e o desperdício alimentar são algumas das vertentes da estratégia que deverão contribuir para sistemas alimentares com uma menor pegada ecológica”, refere.

Carvalhais destaca o facto de a estratégia “Do Prado ao Prato” estar fortemente relacionada com a nova Política Agrícola Comum (PAC) “que recentemente concluiu uma reforma intensamente trabalhada nos últimos anos”.

A deputada portuguesa, relatora de pareceres sobre a Estratégia de Biodiversidade da União Europeia para 2030, bem como para o Fundo para uma Transição Justa considera que “o desafio colocado aos agricultores, os verdadeiros actores no terreno, é de enorme dimensão”, na medida em que “é sobre eles que são colocadas muitas das ambições ambientais, para garantir a produção de alimentos saudáveis, seguros e acessíveis a todos”.

Nas suas intervenções, Isabel Carvalhais tem salientado as dimensões social, económica e ambiental na agricultura do futuro, defendendo apoios e condições de atracção dos jovens ao mundo rural e um forte apoio aos agricultores nesta transição “para uma agricultura que se quer mais inclusiva, potenciada com mais inovação e conhecimento”.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.