REGIÃO

REGIÃO -

José de Guimarães doa 98 peças de arte à cidade vimaranense

Share on facebook
Share on twitter
Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O artista José de Guimarães vai doar 98 peças ao município de Guimarães, com a formalização a acontecer no sábado, anunciou o Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG).

Em respostas por escrito à Lusa, a diretora artística do CIAJG, Marta Mestre, disse tratar-se de uma doação de 98 peças do próprio artista, mas também de artes africanas.

Esta é a segunda doação que José de Guimarães faz ao município, depois de uma primeira, em 1992, de um conjunto de 30 peças. As restantes obras, patentes na exposição permanente do CIAJG, encontram-se em regime de comodato.

Em comunicado divulgado na semana passada por A Oficina, que gere o CIAJG, a doação foi classificada como “um gesto simbólico que renova o projeto cultural do CIAJG e os desígnios da sua missão, projetando um compromisso para o futuro”.

“Desde 2012, o CIAJG acolhe uma parte significativa do projeto cultural e do trabalho autoral de José de Guimarães, com base no acordo de comodato firmado entre o artista e o Município de Guimarães. Hoje, o museu expõe em permanência um acervo de 1.128 objetos, proporcionando a fruição da obra de José de Guimarães pelo público”, recordou A Oficina.

José de Guimarães, seu nome artístico, nasceu em 1939 naquela cidade minhota e começou a trabalhar como artista na década de 1960, tendo sido bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian em 1976 e 1977.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
3€ / mês

* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 36€ / ano.