MUNDO –  José Manuel Fernandes pede apoio rápido da UE a Moçambique

MUNDO –
José Manuel Fernandes pede apoio rápido da UE a Moçambique

O eurodeputado José Manuel Fernandes apelou na Comissão dos Orçamentos a uma acção rápida e enérgica da União Europeia para socorrer as vítimas do ciclone Idai, que provocou um rasto de destruição e mortes nos territórios africanos de Moçambique, Zimbabwe e Malawi.

Na reunião da Comissão, José Manuel Fernandes vincou o pedido dirigido ao presidente da Comissão Europeia, Jean Claude Juncker, e ao comissário europeu para a Ajuda Humanitária e Gestão de Crises, Christos Stylianides, para que reforcem a ajuda para a zona afectada pelo ciclone.

PUBLICIDADE

O pedido do eurodeputado português recebeu o apoio do Presidente da Comissão dos Orçamentos e dos restantes deputados.

José Manuel Fernandes, coordenador do PPE na Comissão dos Orçamentos, sublinhou o caso particular de Moçambique, afirmando que, de acordo com instituições como a Cruz Vermelha, mais de 90% da cidade da Beira foi devastada, estando ainda por determinar o número de mortos.

Segundo o Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, «mais de 100 mil moçambicanos correm perigo de vida e o número de mortes pode ser superior a mil».

O eurodeputado José Manuel Fernandes defende que «esta situação de emergência exige uma acção rápida», frisando que «a UE, sendo o maior doador mundial para o desenvolvimento e ajuda humanitária, tem obrigações acrescidas».