FREGUESIAS –

FREGUESIAS – -

Junta da Lage revoltada com falta de manutenção nos passeios da EN 201

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Os passeios da Avenida da República, na Estrada Nacional 101, na Lage, estão neste momento cobertos por vegetação, uma situação que, segundo a Junta de Freguesia, se deve à «inércia» da Infraestruturas de Portugal, «que não faz a devida manutenção».

O autarca Carlos Pedro Castro disse a “O Vilaverdense” que, na passada segunda-feira, enviou um e-mail à Infraestruturas de Portugal, a quem assegura já ter contactado «várias vezes», no sentido de ver resolvida a situação.

PUBLICIDADE

«Pedimos que procedessem rapidamente ao corte das silvas, ervas e arbustos, que estão a impedir a passagem dos peões. Neste momento, as pessoas são obrigadas a desviar-se e a caminhar pela estrada, porque não o conseguem fazer nos passeios», explicou.

Acrescentou que a situação é especialmente crítica no troço entre a Rua do Emigrante e a Avenida da Igreja.

«A última manutenção da Infraestruturas de Portugal foi feita em Setembro passado. Em Dezembro, através de uma empresa, a Junta tentou limpar esse troço mais complicado, mas fomos avisados pelas autoridades que não deveríamos fazê-lo, porque não tínhamos a certificação nem a sinalização necessária», vinca.

Além de uma reunião presencial, em Braga, o autarca diz que já contactou a Infraestruturas de Portugal «várias vezes», quer por telefone, quer por e-mail, mas que ainda nada foi feito.

«A única coisa que me disseram foi que não estava prevista nenhuma intervenção para a EN 201. Mas o que está em causa é tão só a manutenção», aponta.

Segundo o autarca, também não está a ser feita a manutenção dos espaços verdes dos dois blocos de apartamentos situados na mesma estrada, junto ao Restaurante Plaza e à Petisqueira da Lage, «uma situação também da competência da Infraestruturas de Portugal».

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS