EDIÇÃO IMPRESSA –
Luís Filipe Silva é apenas a “reserva moral” do PS?

O PS de Vila Verde entra num novo ciclo, com as “armas” apontadas às Autárquicas de 2021. Samuel Estrada, uma espécie de “delfim” de José Morais, assume a liderança do partido e inicia uma etapa focado em reabilitar e (re)unir o partido. O primeiro passo está dado: a inclusão do até agora proscrito Luís Filipe Silva na estrutura concelhia. Unir e chamar todos às lutas que se avizinham é o caminho traçado pela nova estrutura directiva concelhia do PS.

Mais desenvolvimentos na edição impressa de Fevereiro de 2020, nas bancas.

PUBLICIDADE