ÚLTIMA HORAMilitar da GNR fora de serviço puxa de arma para empresário em Atiães

ÚLTIMA HORA
Militar da GNR fora de serviço puxa de arma para empresário em Atiães

Um militar da GNR fora de serviço envolveu-se em confrontos físicos com um empresário vilaverdense, esta quarta-feira de manhã, na Avenida Principal, em Atiães, tendo puxado de uma pistola durante a confusão.

A rixa aconteceu cerca das 9h45, quando os dois homens se envolveram numa troca de palavras, que rapidamente evoluiu para tentativas de agressão, o que originou a intervenção de mais duas pessoas que trabalhavam nas imediações.

PUBLICIDADE

«Envolvemo-nos e dois colegas meus vieram defender-me. Ele foi ao carro buscar uma arma, que nos apontou. Um dos meus colegas deu-lhe um pontapé na mão, a arma caiu e guardamo-la até à chegada da patrulha», explicou o empresário José Miguel Ferreira.

Ao que “O Vilaverdense” apurou, os dois homens já teriam uma relação tensa há cerca de ano e meio, devido a desavenças que envolvem outros familiares, mas nunca tinham chegado a confrontos físicos.

«Ele diz que o meu ex-sogro deve dinheiro ao pai dele. Já tinha ameaçado a minha ex-mulher e os meus filhos e isso mexeu comigo, avisei-o que indirectamente estava a ameaçar-me a mim. Mas nunca tínhamos chegado a este ponto», diz José Miguel Ferreira.

Para o local foram mobilizadas três patrulhas da GNR de Prado, que registaram a ocorrência.

O guarda é natural do concelho de Vila Verde e está destacado no posto da GNR da Vila do Gerês.