BRAGA -

BRAGA - -

Município e Associação fazem hoje rastreio gratuito para detetar sintomas de Alzheimer

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O pelouro da Ação Social do Município de Braga, liderado pelo vice-presidente Firmino Marques, em parceria com a Associação Alzheimer Portugal e a Cruz Vermelha Portuguesa assinalam, hoje sexta-feira, dia 21 de setembro, com a realização de um rastreio cognitivo, o dia mundial da doença de Alzheimer.

Joana Araújo da Associação Alzheimer Portugal revelou ao Vilaverdense que o rastreio, que se carateriza por ser “breve e gratuito”, será realizado em vários pontos da cidade de Braga, entre as 9h00 e as 18h00.

“O aumento da esperança média de vida e a diminuição da natalidade têm conduzido a uma tendência preocupante de envelhecimento da população, com implicações nos planos social, económico e de saúde”, sublinha.

PUBLICIDADE

A psicóloga salienta que “a idade é o principal fator de risco para o desenvolvimento de declínio cognitivo e demência. Nesta realidade de uma população cada vez mais envelhecida, o aumento das taxas de incidência e prevalência das demências com a idade explicam a sua relevância em termos assistenciais e de saúde pública”.

“Neste contexto torna-se imperativo que o declínio cognitivo e a demência sejam detetados o mais precocemente possível e que o diagnóstico precoce seja uma prioridade”, sublinha.

Acrescenta que, “à semelhança de outros rastreios médicos, o rastreio cognitivo breve continua a ser o método com maior potencial para a precocidade da deteção das condições clínicas de declínio cognitivo”.

Destinado a pessoas adultas ou idosos com suspeita de problemas de memória, a iniciativa decorre na viatura da Cruz Vermelha Portuguesa no Pópulo e no edifício da Paróquia de S. Lázaro, e na ACFAB – Associação de Cuidadores, Familiares e Amigos de Braga.

CAMINHADA SOLIDÁRIA

No dia seguinte, sábado, os organizadores promovem uma caminhada solidária, em que o valor das inscrições (donativo mínimo de 5€ por participante) reverte a favor da Alzheimer Portugal.

Na edição deste ano, comemorativa do 30º Aniversário da Alzheimer Portugal, a iniciativa vai estar presente em 67 locais de Norte a Sul de Portugal, incluindo os arquipélagos dos Açores e da Madeira, tendo início dia 8 de setembro em Torres Novas, e término a 30 de setembro em locais como Guimarães ou Portimão. Em alguns locais, o Passeio da Memória terá ainda a vertente corrida ou peddy-papper.

Com esta iniciativa, que conta com o apoio dos Municípios, a Associação ambiciona desenvolver um conjunto de ações locais que permitam chegar à população em vários momentos ao longo do ano. 50% do valor angariado em cada local será utilizado para a realização de ações que contribuirão para o grande propósito de aumentar os conhecimentos sobre a demência, tais como como ações de informação ou atividades formativas.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS