NACIONAL -

NACIONAL - -

Operação “Hermes – Viajar em Segurança” a partir desta sexta-feira

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A partir desta sexta-feira, 28 de Junho, e até 1 de Setembro, a GNR vai intensificar as acções de patrulhamento, fiscalização e apoio aos utentes das vias rodoviárias, com o objectivo de «garantir a sua segurança durante os deslocamentos, de, e para os locais de veraneio e eventos de diversa natureza, próprios desta altura do ano».

«Tradicionalmente, durante a época estival, as vias rodoviárias do nosso país registam um aumento substancial de tráfego, consequência do afluxo de turistas estrangeiros, de emigrantes e das deslocações de cidadãos nacionais para locais de veraneio no gozo das suas férias», refere a GNR em comunicado enviado

Durante a operação, a GNR irá privilegiar uma actuação preventiva nos principais eixos rodoviários (auto-estradas, itinerários principais, itinerários complementares e estradas nacionais), orientando o esforço para as vias mais críticas da sua zona de acção. Para o efeito, a GNR contará ainda com o apoio da Guardia Civil do Reino de Espanha, para, em conjunto, realizar acções de sensibilização e fiscalização, na proximidade das fronteiras terrestres.

PUBLICIDADE

«Das investigações realizadas pela Guarda nos anos de 2017 e 2018, pode concluir-se que os acidentes com consequências mais graves resultam, principalmente, da condução distraída, do excesso de velocidade, de manobras perigosas e da condução sob o efeito do álcool», acrescentam.

Desta forma, a GNR irá incidir numa fiscalização direccionada para comportamentos de risco que coloquem em causa a segurança rodoviária, nomeadamente, manobras perigosas de ultrapassagem, mudança de direcção, inversão do sentido da marcha, cedência de passagem, distância de segurança e circulação na via mais à direita, condução sob o efeito do álcool e de substâncias psicotrópicas, condução sem habilitação legal, Excesso de velocidade, incorrecta ou não utilização do cinto de segurança e/ou sistemas de retenção de crianças e utilização indevida do telemóvel.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS